Tem Motivo: Ausência de Gabigol na Copa do Mundo é explicada por integrante da Seleção Brasileira

BR SCOOB ONLINE MASTER MAIN 4000x2490 master 6 1

Tite foi agressivo no ataque na convocação de jogadores da Copa do Mundo de 2022. Comparado com a última edição, o número de atacantes subiu de 5 para 9 jogadores. Mesmo assim, o destaque do Flamengo, Gabigol, não foi um dos convocados. A decisão surpreendeu diversos amantes do futebol e flamenguistas.

Mas parece que há um motivo para o autor do gol do tricampeonato da Libertadores do Flamengo não entrar para o grupo. E uma das primeiras pessoas a falar sobre a ausência, foi o auxiliar da Seleção Brasileira, Cleber Xavier,

Não só o Gabigol ficou de fora ficou de fora, mesmo ele tendo um momento importante faz tempo no Flamengo. Mas atletas como o (Matheus) Cunha, hoje na reserva do Atlético (de Madrid-ESP), com pouca minutagem, mas foi importantíssimo das Olimpíadas. O (Roberto) Firmino também um grande jogador em um grande clube (Liverpool-ING). Sempre vai acabar sobrando um ou outro atleta.

disse Cleber Xavier, na zona mista da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), após a convocação nesta segunda-feira (07).

A explicação é que a gente acaba escolhendo dois por posição, dois externos direitos, dois externos esquerdos, dois pivôs, dois meias que chegam mais por dentro… E a partir daí a gente complementa com características. A gente acha que está bem servido com os jogadores de lado, com jogadores de dentro, com características diferentes.

acrescentou.

Tite chamou nove atacantes para a Copa do Mundo: Neymar (PSG-FRA), Vinicius Junior (Real Madrid-ESP), Antony (Manchester United-ING), Gabriel Jesus (Arsenal-ING), Gabriel Martinelli (Arsenal-ING), Pedro (Flamengo), Raphinha (Barcelona-ESP), Richarlison (Tottenham-ING) e Rodrygo (Real Madrid-ESP). Além do camisa 21 rubro-negro, o Mais Querido ainda teve outro jogador na lista, o meia Everton Ribeiro.

Desde a última Copa do Mundo, realizada na Rússia, Gabigol marcou mais vezes do que todos os nove convocados. Por Santos (2018), Flamengo (desde 2019) e Seleção Brasileira, o artilheiro marcou 148 vezes, acima até de Neymar, craque do PSG (FRA), que fez 87 gols. De todos esses tentos do camisa 9, vários valeram títulos, destaque para as Libertadores de 2019 e 2022, onde o ídolo rubro-negro marcou três gols nas duas finais.

Inscrever-se
Notify of
guest

0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários

0
Comente o que achou da notícia!x