Pablo reforça “casca” de Libertadores, fala de rodízio com Vitor Roque e projeta título do Paranaense

Pablo e Terans no Athletico 2023

O Athletico Paranaense fez sua estreia na Libertadores com um empate por 0 a 0 contra o Alianza Lima, no Peru, pelo Grupo G. Apesar de não ter conquistado os três pontos, jogadores e comissão técnica avaliaram positivamente o desempenho da equipe.

Na zona mista após o jogo, o atacante Pablo destacou que a Libertadores é uma obsessão do clube e reforçou o objetivo de voltar à final, após a derrota para o Flamengo na edição de 2022. Ele ressaltou a dificuldade de jogar contra uma equipe qualificada e acredita que o Athletico tem qualidade para enfrentar os desafios da competição.

Pablo também avaliou o jogo como equilibrado, mas acredita que o Athletico merecia ter vencido, considerando as chances criadas pela equipe. Ele começou o jogo no banco de reservas, com Vitor Roque sendo o titular, e falou sobre a relação com o jovem atacante, destacando o respeito mútuo e a parceria entre eles.

Experiência e Juventude em Harmonia no Ataque do Athletico

O revezamento entre os dois atacantes é considerado normal pelo experiente Pablo, que elogiou o talento de Roque e destacou a importância de ajudar e apoiar um ao outro. Ele também elogiou o trabalho do técnico Paulo Turra na administração do grupo, destacando a qualidade do elenco em todas as posições.

Com o empate na estreia, o Athletico volta a campo no dia 18 para enfrentar o Atlético-MG, na Arena da Baixada, pela segunda rodada da Libertadores. Antes disso, no domingo (9), a equipe faz a final do Paranaense contra o Cascavel, em uma partida considerada decisiva pelos jogadores.

Próximos Desafios e Objetivos do Athletico

Os jogadores estão determinados a conquistar a vitória na final do Paranaense e a somar pontos na Libertadores, buscando o objetivo de voltar à final e conquistar a taça tão cobiçada do continente. Eles estão confiantes na qualidade do elenco e na capacidade de enfrentar os desafios da competição.

Pablo destacou que a equipe ganhou experiência na Libertadores ao longo dos anos, chegando em finais e adquirindo uma “casca” na competição. Ele acredita que a experiência aliada à juventude do elenco pode ser uma combinação vitoriosa para o Athletico nesta edição da Libertadores.

Com a sequência de jogos ao longo do ano, os atacantes sabem que terão oportunidades de jogar juntos em campo, e acreditam que isso pode ser uma vantagem para a equipe. A parceria entre os jogadores, o apoio mútuo e a administração do grupo pelo técnico Paulo Turra são considerados pontos positivos para o Athletico nesta temporada.

Inscrever-se
Notify of
guest

0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários

0
Comente o que achou da notícia!x