Diretor do Botafogo elogia Athletico-PR: ‘Sucesso nesse formato’

André Mazzuco como diretor do Botafogo

Botafogo e Athletico-PR farão um dos confrontos das oitavas de final da Copa do Brasil. O sorteio que definiu todos os jogos da próxima fase ocorreu nesta terça-feira, na sede da CBF. O diretor de futebol da SAF alvinegra, André Mazzuco, representou o clube no evento e elogou o próximo adversário. Afinal, nos últimos quatro anos, o Furacão conquistou dois títulos neste formato de competição.

Primeiro, levou a própria Copa do Brasil em 2019. Na sequência, sagrou-se campeão da Sul-Americana de 2021. Portanto, ganhou o rótulo de “copeiro”. Dois torneios, aliás, que o Botafogo persegue e nos quais permanece vivo em 2023.

“O Athletico é uma equipe muito técnica. E que em algumas das Copas com esse fomato teve muito sucesso. É uma equipe periogosa, mas chegamos em uma situação de 16 grandes clubes, e não tem muita diferença de adversário. O Botafogo vai firme, com o objetivo de chegar o mais longe possível. Então vai ser uma grande disputa”, disse Mazzuco.

Confronto tem duas coincidências

O duelo entre Botafogo e Athletico-PR terá duas pecualiaridades. Será a primeira vez que ambos vão se enfrentar tendo campos sintéticos. Afinal, o clube carioca instalou o novo piso no Nilton Santos há um mês, e o Furacão já mantém este tipo de gramado há sete anos. Além disso, a partida entre os times pelo Brasileirão está marcada para o dia 3 de junho. Ou seja, apesar de ainda não haver datas definidas na Copa do Brasil, é provável que haja três confrontos em um intervalo curto.

Mazzuco destacou também que decidir em casa pode ser uma vantagem para o Glorioso, por vir em grande fase e com apoio da torcida.

“É bom porque já vem com o resultado fora, sabendo o que precisa fazer. E aí, claro, precisa ter o apoio da torcida. E a torcida do Botafogo faz uma grande diferença, é sempre um aliado nosso em casa e para nós, claro, é uma vantagem nesse sentido. É um desafio grande e esperamos estar preparados para passar”, completou.

A princípio, o Botafogo entra com um favoritismo por estar há 12 jogos invicto na temporada, com sete vitórias e a liderança isolada do Brasileirao. Mas nada disso tira os pés no chão da diretoria, a exemplo do técnico Luís Castro, que não dá importância para a tabela agora.

“Somos líderes, estamos em um momento bom, mas é caminhada é longa. Isso é fruto do trabalho e muita coisa pela frente precisa ser feita. Esperamos perpetuar essa fase para esse confronto. E temos a Sul-Americana, então vai ser de novo um mês de quase 10 jogos.

Inscrever-se
Notify of
guest

0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários

0
Comente o que achou da notícia!x