Auxiliar de Diniz dá última notícia sobre craque lesionado na Seleção Brasileira

Fernando Diniz comandou o treino da seleção brasileira

A Seleção Brasileira entra no gramado do Estádio Centenário de Montevidéu, nesta terça-feira (17), às 21h, para enfrentar o Uruguai. A partida a ser realizada é válida pela 4ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo, em que a Amarelinha se encontra na vice-liderança após tropeçar contra a Venezuela. Passando por uma reformulação, sob o comando de Fernando Diniz, a Canarinho perdeu de cara um nome que poderia ser muito utilizado.

O comandante do Brasil carrega também responsabilidade no Fluminense, acumulando a função de técnico nos dois lugares. Nesta segunda convocação com a Seleção, Diniz precisou chamar os laterais Carlos Augusto, Emerson Royal e Yan Couto, além do zagueiro Adryelson após uma série de baixas. Enquanto Danilo, Vanderson e Caio Henrique vão precisar retornar à Europa, o nome que pode preocupar ainda mais o comandante Tricolor é Nino.

Nino pode voltar

Líder no Fluminense e rosto ainda novo na Seleção Brasileira. Nino sofreu uma entorse no joelho ainda no último fim de semana e causou frustração em quem esperava ver ele vestindo a Amarelinha de forma profissional após a medalha de ouro nas Olimpíadas de Tóquio. Mas para acalmar um pouco os tricolores, o auxiliar-técnico Eduardo Barros admitiu, segundo o GE, que: “Não posso cravar, mas tenho a confiança que ele joga (a final da Libertadores)”.

Faltando cerca de uma hora para o jogo do Brasil, essa notícia agradou não apenas quem se interessa pelos compromissos da CBF, mas também pelo defensor do Fluminense. Nino não é apenas um dos zagueiros titulares da equipe, mas uma das peças mais importantes de todo o elenco do time carioca. Não será essa vez ainda que o craque vai defender a Seleção profissional, mas ao menos a grande decisão do ano pode contar com o atleta.

Torcida se assustou com Nino

image 1 2
image 1
image 2
Inscrever-se
Notify of
guest

0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários