Estão perseguindo-o na Espanha: Vitor Roque revela o que árbitro disse após expulsá-lo no Barcelona

Jogadores brasileiros que vão para a Europa por vezes demoram a se adaptar. Alguns persistem e continuam atuando no velho continente, já outros retornam ao futebol brasileiro procurando outros rumos.

Mas não é só a bola que dita o ritmo do futebol no exterior. Questões culturais, torcida e influências internas e externas são enfrentadas pelos atletas dia após dia, como uma espécie de ‘provação’.

O ex-jogador do Athletico, Vitor Roque, parece estar vivendo essas ‘provações’ nos seus primeiros meses de Barcelona. O jogador está lutando pela titularidade e tentando se adaptar ao futebol espanhol.

No último sábado (3), ao entrar no segundo tempo da partida contra o Alavés, Vitor Roque marcou o terceiro gol da equipe Catalã. Após o gol, em 7 minutos o jogador recebeu dois cartões amarelos e foi expulso.

Motivo da expulsão

O primeiro cartão amarelo foi dado pelo árbitro Juan Martínez em decorrência de uma disputa que derrubou o rival. Já o segundo amarelo foi polêmico: Vitor Roque foi dividir a bola com Rafa Marín e pulou para evitar o carrinho frontal.

Mesmo com o carrinho tendo apenas raspado a perna de Marín, o árbitro aplicou o segundo amarelo no brasileiro. Na súmula o Juan Martínez escreveu que expulsou Vitor Roque por “golpear com o pé a perna de um adversário de maneira temerária”.

O Barcelona tentou um recurso, mas a expulsão de Vitor Roque contra o Alavés não foi anulada, com o brasileiro tendo que cumprir suspensão neste domingo (11), contra o Granada.

Palavras de Vitor Roque

Ele tinha me falado: “Aqui não é igual o Brasil”. Só falou isso. Eu falei: “Mas não foi falta”. Ele falou: “Aqui não é igual o Brasil“. Eu simplesmente respeitei  a decisão dele e saí de campo”, disse Vitor Roque.

O jogador do Barcelona ainda disse em entrevista que não entendeu muito bem o motivo do segundo cartão aplicado: “De início não entendi. Foi uma jogada em que o defensor deles veio com a sola, quando vejo, tento tirar o pé, para não me machucar e também não acertar ele. Ele começa a gritar, o árbitro vai na dele e dá o amarelo para mim – descreve o brasileiro”.

Vitor Roque ainda manifestou sua decepção em estar fora do próximo jogo do Barça: “Queria estar em campo para ajudar os companheiros, como vinha ajudando. mas agora tenho que manter a cabeça tranquila e seguir trabalhando”, disse Roque.

Inscrever-se
Notify of
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários

0
Comente o que achou da notícia!x