Athletico tem recorde de estrangeiros e pode usar ‘linha de frente’ toda gringa

O Athletico conta com dez jogadores estrangeiros no atual elenco, além do técnico Joan Carlos Osorio (que também é estrangeiro; veio da Colômbia). No começo do ano, ele usou um esquema 4-1-4-1. Nesse caso, seria possível escalar toda a linha de frente apenas com gringos. Só não dá para utilizar os dez ao mesmo tempo porque o regulamento do Brasileirão e da Copa do Brasil estabelece um limite de sete gringos por partida – e os campeonatos estaduais seguem a mesma regra.

Os estrangeiros são o lateral-direito Leo Godoy (Argentina), o zagueiro Gamarra (Paraguai), o lateral-esquerdo Esquivel (Argentina), os pontas Cuello (Argentina), Canobbio (Uruguai) e Fernando Nava (Bolívia), os meias Zapelli (Argentina) e Romeo Benitez (Paraguai) e o centroavantes Mastriani (Uruguai) e Arriagada (Chile).

No esquema 4-1-4-1, Osorio poderia escalar Canobbio e Cuello nas pontas, Zapelli e Benitez de meias-centrais e Mastriani de centroavante. Ainda seria possível escalar dois laterais estrangeiros – Leo Godoy e Esquivel. Ou um desses laterais e mais o zagueiro Gamarra (que também pode jogar de lateral e até já jogou no meio-de-campo).

De todos os estrangeiros do elenco, ainda não jogaram Leo Godoy (recuperação física), Esquivel, Arriagada e Nava (que estavam com suas seleções no Sul-Americano sub-23, encerrado no último domingo)

Em 2023, o Athletico já tinha um recorde histórico de estrangeiros em seu elenco, com sete ao todo. Esquivel, Zapelli, Cuello, Arriagada, Canobbio e Nava já estavam na temporada, e ainda havia o chileno Arturo Vidal, que neste ano assinou com o Colo Colo (Chile).

Inscrever-se
Notify of
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários

0
Comente o que achou da notícia!x