Athletico faz pouco caso e perde em casa para Danubio pela Copa Sul-Americana

Mastriani pelo Athletico contra o Danubio pela Copa Sul-Americana 2024

O Athletico líder do Campeonato Brasileiro entrou em campo certo de uma vitória, mas o time parece ter ficado em Barueri. Em uma atuação muito ruim, o Furacão foi derrotado pelo Danubio por 2×1 na noite desta quarta-feira (15), na Ligga Arena, pelo grupo E da Copa Sul-Americana. O resultado deixa aberta a classificação para as oitavas de final, apesar de assegurar no mínimo o play-in diante de um dos terceiros colocados na fase de grupos da Libertadores. E o Rubro-Negro também perdeu a melhor campanha da competição para o Lanús.

Com a paralisação do Campeonato Brasileiro, o Athletico vai ficar duas semanas sem jogar. As partidas contra Fortaleza e Criciúma foram suspensas, e a partida da Copa do Brasil diante do Ypiranga já havia sido adiada sem data prevista. Assim, o Furacão só joga no dia 30, uma quinta-feira, na Baixada, contra o Sportivo Ameliano, fechando a primeira fase da Sul-Americana. Um empate garante o primeiro lugar do grupo E. Pelo Brasileirão, a volta será no dia 2 de junho, um domingo, às 16h, contra o Flamengo, em casa.

O jogo do Athletico

Com Pablo e Mastriani, o Athletico queria impor seu jogo rapidamente. Mas o Danubio, contando com algumas desatenções do Furacão, se segurava no empate e esperava uma chance para contra-atacar. A entrada dos dois centroavantes mudava o desenho rubro-negro, já que Leo Godoy era mais zagueiro que lateral, para que Esquivel apoiasse. Só que uma saída errada deu a oportunidade que os uruguaios esperavam, e Pintos abriu o placar aos 28 minutos do primeiro tempo. E aos 41 Sebastián Fernández marcou um golaço para ampliar a vantagem dos visitantes. O time que atropelara o Palmeiras era derrotado pelo 11º colocado do campeonato uruguaio.

Com Alex Santana e Canobbio nas vagas de Godoy e Zapelli, o Athletico tentou mudar o panorama do jogo. E se antes de a bola rolar era tudo tranquilo, no segundo tempo virou guerra. A catimba dos uruguaios irritava os rubro-negros – que já tinham Christian e Julimar em campo. Nervosos, os atleticanos tinham dificuldade para vencer a retranca do Danubio. Até Di Yorio entrou para tentar o gol. E foi apenas ele, aos 48 minutos, quem conseguiu descontar, apenas dois antes do apito final.

Torcida do Athletico vaia equipe de Cuca na Ligga Arena

A torcida do Athletico se mostrou impaciente com a equipe desde os gols sofridos para o Danubio ainda no primeiro tempo. Na ida aos vestiários, o time foi vaiado. No segundo tempo, o atacante Julimar, que entrou na vaga de Cuello, foi o mais cobrado.

Nem mesmo o gol de Di Yorio diminuiu a frustação dos torcedores. Ao fim da partida, mais cobranças para o elenco que não fez uma boa atuação. A derrota, inclusive, ainda não confirma o Athletico como líder do Grupo E da Sul-Americana.

O Rubro-Negro precisará de, ao menos, um empate contra o Sportivo Ameliano na última rodada para confirmar a vaga direta às oitavas de final do torneio. O jogo da sexta rodada será no dia 30 de maio, quinta-feira, às 19h, novamente na Ligga Arena.

Inscrever-se
Notify of
guest

0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários

0
Comente o que achou da notícia!x