PSG bate o martelo e Corinthians perde o meio-campista

Design sem nome 14

O Corinthians tem enfrentado um turbilhão de desafios nos bastidores, e o rompimento inesperado do patrocínio com a VaideBet é um dos mais impactantes. O contrato milionário, que sustentava financeiramente o clube, foi abruptamente encerrado devido a uma polêmica envolvendo uma possível fraude. Esta situação já seria suficiente para preocupar os torcedores, mas agora, uma nova bomba estourou no Parque São Jorge.

O Corinthians vinha trabalhando arduamente para estender o contrato de empréstimo de Gabriel Moscardo, que está prestes a expirar no final deste mês. A esperança era de que o jovem meio-campista, peça-chave no elenco alvinegro, pudesse continuar ajudando o Timão na temporada. No entanto, neste domingo (9), o renomado jornalista Fabrizio Romano, especialista em mercado de transferências, trouxe uma notícia que deixou a torcida em estado de alerta: o Paris Saint-Germain (PSG) não permitirá que Moscardo permaneça no Brasil.

A decisão do PSG de levar Moscardo para a França ainda neste verão europeu é definitiva. Comprado no início deste ano por cerca de 20 milhões de euros (aproximadamente R$ 107,6 milhões), Moscardo foi uma das maiores negociações do clube francês, que acredita no potencial do jovem brasileiro para reforçar seu elenco. Além do valor inicial, o acordo ainda prevê bônus de dois milhões de euros, totalizando R$ 10 milhões adicionais.

Para o Corinthians, essa transferência significou um grande alívio financeiro. O clube ficou com 92% do valor total, somando cerca de R$ 99 milhões, além das bonificações. Apesar da injeção de capital, a saída de Moscardo deixa uma lacuna difícil de preencher no meio-campo corintiano.

Como se não bastasse, outro problema surge no horizonte. Matías Rojas, meia-campista que passou pelo Parque São Jorge, está movendo uma ação contra o Corinthians. A FIFA marcou a data da audiência para tratar do caso, adicionando mais tensão ao ambiente já turbulento no clube.

Deixe um comentário

Diante de todas essas adversidades, o Timão volta a campo na terça-feira (11) para enfrentar o Atlético-GO, às 19h, pelo Brasileirão. A equipe, que já lida com a pressão dos maus resultados recentes e a insatisfação da torcida, agora precisa encontrar maneiras de reorganizar o elenco sem a presença de Moscardo.

A situação levanta a questão: será que o Corinthians deveria ter lutado mais para manter Gabriel Moscardo? A decisão de liberar o jogador ao PSG foi acertada do ponto de vista financeiro, mas a discussão sobre o impacto esportivo dessa saída está apenas começando. A novela do jogador no Timão parece estar chegando ao fim, mas a polêmica e a incerteza prometem continuar dominando as conversas dos torcedores.

Design sem nome 14
Foto: Rodrigo Coca / Agência Corinthians
Inscrever-se
Notify of
guest

0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários