VÍDEO: Andrés Sanchez e Duílio Monteiro Alves detonam gestão de Augusto Melo

Em um dos períodos mais turbulentos da história recente do Corinthians, os ex-presidentes Andrés Sanchez e Duílio Monteiro Alves concederam uma entrevista exclusiva à W e falaram sobre a atual gestão presidida por Augusto Melo. Apesar de evitarem falar diretamente sobre um possível impeachment, ambos criticaram duramente o atual presidente por diversas questões administrativas e de gestão.

Andrés Sanchez, conhecido por seu papel histórico no clube, foi contundente em suas críticas. “Augusto não sabe administrar nem a casa dele, muito menos um clube do tamanho do Corinthians. É o caos total para a instituição”, afirmou Sanchez. Ele ressaltou que não pretende tomar a frente de nenhum movimento de impeachment, mas expressou sua tristeza pela situação do clube e seu desejo de ajudar quando solicitado. “Eu só estou triste pelo Corinthians e procuro ajudar naquilo que eu puder, quando sou chamado. Como eu nunca fui chamado, eu não ajudo em nada”, completou.

Duílio Monteiro Alves, outro ex-presidente, também foi firme em suas declarações. “Minha gestão foi avaliada em cima das mentiras que ele contou, do factoide da dívida que ele criou. A gestão atual apresentou gráficos feitos para mostrar os mesmos números da pior forma possível. O Augusto perdeu o grande patrocínio da Tele Sena e quase perdeu outro que eu assinei”, afirmou Duílio, destacando os problemas financeiros e de credibilidade que o clube enfrenta atualmente.

A entrevista dos dois ex-dirigentes vem em um momento crítico, onde a pressão por uma auditoria completa das contas do clube tem aumentado. Recentemente, Augusto Melo prometeu uma auditoria profunda, mas até agora, os resultados não foram divulgados publicamente. “Vocês vão saber a verdade do Corinthians de cabo a rabo com essa auditoria que nós contratamos”, prometeu Melo, mas a falta de transparência continua sendo um ponto de tensão.

Deixe um comentário

A crise financeira é um dos principais problemas do Corinthians, com uma dívida que muitos estimam em torno de R$ 2 bilhões. A falta de recursos impacta diretamente a capacidade do clube de contratar novos jogadores e manter seus compromissos financeiros em dia. “O dinheiro é o problema pro Corinthians. Há atrasos, não consegue contratar, e quando contrata, contrata errado”, criticou Mauro César Pereira durante o programa.

A guerra política dentro do clube também é acirrada. A antiga gestão, que agora é oposição, tem um grande interesse em jogar lenha na fogueira e aumentar a pressão sobre Augusto Melo. “Nos últimos 150 dias, a nova gestão fez inúmeras lambanças. Tem essa última do principal patrocinador que precisa ainda ser esclarecida. Tem muito cheiro de arroz queimado nisso tudo”, destacou Vanderley Nogueira.

Os problemas do Corinthians não são recentes e não foram causados apenas pela gestão atual. As críticas de Sánchez e Duílio refletem uma sequência de administrações problemáticas que levaram o clube à situação atual. “O Corinthians precisa de gente competente que possa assumir o clube e salvá-lo. Não são essas pessoas que passaram por lá e fizeram um péssimo trabalho”, afirmou Mauro César.

Para muitos torcedores, a situação é desanimadora. A falta de títulos, a dívida crescente e a instabilidade política criam um ambiente de incerteza e frustração. “O Corinthians estava mal, mas a gestão dele foi péssima. O que não quer dizer que a atual também não seja. A atual pode ser até pior”, concluiu Bruno Prado.

Fonte: Jovem Pan Esportes

Inscrever-se
Notify of
guest

1 Comentário
Mais Antigas
Recentes Mais Votada
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários
Alcione
Alcione
1 mês atrás

O Sanchez e o Duílio estão criticando? Então a atual administração está certa. Esses aí só administraram na base da maracutaia e agora ficam posando de anjinhos.