Impeachment de Augusto Melo: Rozallah Santoro se manifesta contra

Design sem nome 1 2

Na noite de segunda-feira, Rozallah Santoro, ex-diretor financeiro do Corinthians, concedeu uma entrevista exclusiva ao portal Meu Timão, onde discutiu a polêmica envolvendo o possível impeachment do presidente Augusto Melo. Santoro se manifestou contra a destituição do mandatário, citando motivos técnicos e políticos.

Declarações de Rozallah Santoro Durante a entrevista, Santoro minimizou a possibilidade de impeachment de Augusto Melo, ressaltando a necessidade de uma análise criteriosa dos motivos por trás do pedido. “Vou retornar para o Conselho (Deliberativo). Sou contra (o impeachment). Espero que a gente, nós conselheiros, tenha a capacidade de entender motivos técnicos e motivos políticos”, afirmou.

Motivos do Pedido de Impeachment Para que o pedido de impeachment avance, são necessárias 51 assinaturas, com um prazo de 30 dias para análise por Romeu Tuma Jr, presidente do Conselho Deliberativo do Corinthians. Segundo o artigo 106 do estatuto do clube, os motivos para destituição do presidente incluem:

  • Prática de crime infamante com trânsito em julgado;
  • Prejuízo considerável ao patrimônio ou à imagem do clube por ação ou omissão;
  • Rejeição das contas de sua gestão;
  • Infringir normas estatutárias;
  • Prática de ato de gestão irregular ou temerária.

Contexto da Crise Santoro faz parte do Movimento Corinthians Grande (MCG), um dos principais grupos políticos aliados de Augusto Melo. Apesar da insatisfação com a gestão do presidente no suposto esquema de “laranja” envolvendo a empresa VaideBet, Santoro e seu grupo não veem justificativas suficientes para interromper a administração atual.

Posição do MCG O ex-diretor financeiro enfatizou que o MCG seguirá o estatuto do clube e que, no momento, não há motivos concretos para considerar o impeachment. “Faremos o que for necessário e o que estiver no nosso alcance para seguir o estatuto. É uma posição do grupo, que é um pouco mais radical. Nesse momento, o assunto não existe”, complementou.

Deixe um comentário

Mudanças na Diretoria Rozallah Santoro deixou o cargo de diretor financeiro no início de junho, junto com Fernando Alba, então diretor adjunto de futebol. As posições deixadas por ambos ainda estão vagas. Santoro retornará ao Conselho Deliberativo, e Pedro Silveira é cotado para assumir a diretoria financeira.

Conclusão A oposição ao impeachment de Augusto Melo por Rozallah Santoro reflete as divisões políticas dentro do Corinthians. Enquanto as investigações prosseguem, a estabilidade administrativa do clube continua a ser uma preocupação para torcedores e dirigentes.

Design sem nome 1 2
(Foto: Reprodução)
Inscrever-se
Notify of
guest

0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários