Timão cobra R$ 6,3 milhões da VaideBet após rescisão

agenciacorinthians foto 213731 1

O Corinthians enviou, na última semana, uma notificação oficial à VaideBet, ex-patrocinadora máster do clube, contestando pontos importantes sobre o rompimento antecipado do contrato de patrocínio. A casa de apostas encerrou o contrato no início de junho, e o Timão rebate três tópicos principais em relação ao acordo.

Tópicos Contestados

1. Resposta Oficial sobre a Ruptura de Contrato O Corinthians discorda da ruptura e argumenta que não responde pelas atitudes de empresas terceirizadas. No caso, a diretoria se refere à Rede Social Media Design, apontada como intermediária na negociação.

2. Uso Indevido do Escudo O clube alega que a VaideBet continuou utilizando o escudo do Corinthians em promoções e jogos eletrônicos mesmo após o fim da parceria, violando os direitos autorais da instituição.

3. Dívida Contratual O Corinthians cobra uma dívida de R$ 6,3 milhões referente a um saldo contratual. Este valor não inclui a multa pelo encerramento do contrato.

Histórico da Parceria

Corinthians e VaideBet firmaram um contrato de patrocínio no início de 2024, no valor de R$ 370 milhões por três anos. Este foi o maior acordo de patrocínio entre clube e empresa da América Latina, abrangendo os times de futebol masculino e feminino, além das equipes de futsal e basquete. A casa de apostas chegou a estampar os uniformes das categorias de base do clube.

Deixe um comentário

Encerramento Prematuro

Em junho, o acordo foi encerrado pela VaideBet após um escândalo envolvendo a Rede Social Media Design e um suposto laranja. A casa de apostas acionou uma cláusula anti-corrupção prevista em contrato, afirmando que a situação estava prejudicando sua imagem, e optou por encerrar a parceria. Desde então, o Corinthians segue sem um patrocinador máster.

agenciacorinthians foto 213731 1
Foto: Jozzu/Agência Corinthians
Inscrever-se
Notify of
guest

0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários