Cuca rebate críticas de Petraglia; “Estou muito triste”

cuca athletico pr

O ex-técnico do Athletico-PR, Cuca rebateu o presidente do clube, Mario Celso Petraglia. Em comunicado enviado por meio da assessoria de imprensa, o treinador disse que tentou proteger o grupo de jogadores.

“Quando entramos na roda de oração pós-jogo, com todos desolados, não era hora de se buscar culpados. Tentaram! Me senti obrigado a assumir toda a responsabilidade e colocar meu cargo à disposição, como forma de resguardar o grupo”, disse em comunicado.

A nota foi divulgada poucas horas depois de Petraglia detonar Cuca. O presidente teceu duras críticas ao treinador. Petraglia se referiu a uma bronca que o treinador deu no elenco após mais um empate sofrido nos acréscimos.

Cuca afirmou nunca ter feito demandas de maneira pública. O treinador agradeceu a oportunidade em poder comandar o time do coração.

Deixe um comentário

O técnico ainda expressou tristeza por abandonar o projeto em andamento. No entanto, ressaltou esperar mais opções no elenco.

“Conheci uma estrutura única mas contava com uma construção de grupo com ainda mais alternativas. Agradeço mais uma vez a oportunidade de poder comandar meu time do coração. Estou muito triste, mas não poderia ter tomado qualquer decisão diferente naquele momento”, pontuou.

20240624 232732

Cobrança de Petraglia

O dirigente se referiu a uma bronca que o treinador deu no elenco após mais um empate sofrido nos acréscimos. Nesse domingo (24), pelo terceiro jogo seguido, o Athletico-PR sofreu um gol nos acréscimos e deixou de sair vitorioso no Brasileirão.

A sequência negativa revoltou os torcedores rubro-negros, o que deixou o técnico Cuca indignado na coletiva.

“Já definido perante os atletas que não ficaria e para nossa Diretoria foi para a entrevista coletiva se justificar e transferir a a responsabilidade para a terceiros! Falou em números da folha de pagamento do clube sem nenhuma melhor informação! Não sabemos de onde tirou esses números! Lamentável que um homem que se diz torcedor do Furacão, com 61 anos, tendo treinado grandes clubes não tenha o controle suficiente para esfriar a cabeça e não ter o “piti” como se comportou ontem!”, desabafou Petraglia.

Cuca não gostou do fato da torcida ter atribuído os gols sofridos às escolhas do técnico. Em entrevista após o empate por 1 a 1, em Curitiba, o comandante deixou o cargo à disposição da diretoria. O treinador afirmou que teria uma conversa com o diretor de futebol André Mazzucco sobre a permanência no clube.

“Tenho tentado renovar, mas não consigo. Eu falei aqui, lá no começo, que precisávamos fortalecer. E não vou falar em cima das derrotas. Tem momento em que você também não vai pegar e dar soco em ponta de faca. É ter um jogo aberto com o Mazzucco. De repente, a saída do treinador é melhor. Cria um ânimo novo. Para de tomar gol em cima da hora”, disse.

Inscrever-se
Notify of
guest

1 Comentário
Mais Antigas
Recentes Mais Votada
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários