Com Rômulo Athletico reage, vence Libertad e assume liderança do Grupo G da Libertadores; Assista aos Gols

O Athletico Paranaense venceu por 2 a 1 o Libertad, nessa quinta-feira (dia 4) à noite, no estádio Defensores del Chaco, em Assunção, pela 3ª rodada da fase de grupos da Copa Libertadores 2023. Os gols foram do atacante Rômulo e do volante Alex Santana. Com o resultado, o Furacão ficou em 1º lugar do Grupo G, com 7 pontos, à frente de Alianza Lima (4 pontos), Atlético-MG (3) e Libertad (3). Assista aos gols no fim da matéria.

Ao final das seis rodadas, os dois primeiros avançam para a próxima fase. E o terceiro entra na segunda fase da Sul-Americana 2023. Na próxima rodada, o Athletico enfrenta o Atlético-MG, no Mineirão, em 23 de maio.

Artilheiros

O volante Alex Santana soma agora 7 em 37 jogos pelo Athletico – média de 0,19 por jogo. A média é alta para um jogador dessa posição, tanto que supera a do meia-ponta Nikão pelo Furacão: 0,15 (47 gols em 307 jogos).

O atacante Rômulo fez seu 1º gol em 2023. Ele soma 10 gols em 64 jogos pelo clubes desde que foi promovido ao profissional.

Jejum

O time paranaense encerrou jejum como visitante: não vencia fora de casa desde 1º de abril, quando fez 2 a 1 no Cascavel, no jogo de ida da final do Campeonato Paranaense. Depois foram quatro jogos longe da Arena da Baixada, com três derrotas (CRB, Fluminense e Atlético-MG) e um empate (Alianza Lima).

Escalação do Athletico

O técnico Paulo Turra fez quatro mudanças em relação ao último jogo, com as entradas de Pedro Henrique, Fernandinho, Vitor Bueno e Pablo. Saíram Zé Ivaldo, Erick, Hugo Moura e Rômulo. A baixa era Madson, lesionado. O time manteve o esquema tático 4-2-3-1 como base, mas com variações para o 4-1-4-1 em vários momentos. O quarteto ofensivo tinha Pablo (esquerda), Terans (direita), Vitor Bueno (centro) e Vitor Roque (centroavante).

Escalação do Libertad

O Libertad não tinha o ponta Melgarejo, lesionado. Ele é o vice-artilheiro do time em 2023. O esquema era o 4-1-4-1, com Campuzano de único volante.

Primeiro Tempo

Com o novo quadrado ofensivo, o Athletico não conseguiu atacar e teve atuação irregular na parte defensiva no primeiro tempo. O Libertad aproveitou a qualidade dos pontas Villalba e Enso González – e o bom suporte dos médios Diego Gómez e Sanabia — para tomar conta do jogo. O gol paraguaio veio em falha de Bento, que errou o tiro de meta, aos 9 minutos. Villalba tocou para Óscar Cardozo (39 anos, ex-Benfica) chutar no cantinho. Aos 11, Villalba cruzou e Cardozo cabeceou perto, com perigo. Aos 32, Villalba deixou Cardozo na cara do gol, mas o veterano desperdiçou.

Segundo Tempo

As primeiras substituições do Athletico vieram no intervalo, com as entradas dos pontas Thiago Andrade e Rômulo nos lugares de Pablo e Vitor Bueno. O 4-2-3-1 foi mantido, mas com Terans centralizado. O empate veio já aos 6, em falta cobrada por Terans, erguendo pra área. Pedro Henrique levantou e Rômulo tocou de cabeça: 1 a 1. O Libertad recuou, demonstrou sinais de cansaço e levou sufoco. O Furacão teve mais duas chances (uma aos 12 e outra aos 18) e virou o jogo aos 19, em cruzamento de Terans para finalização de Alex Santana: 2 a 1. O Libertad demorou para reagir e, com as cinco substituições, conseguiu incomodar no fim do jogo, mas sem criar chances claras. Aos 31, Turra colocou os volantes Christian e Erick nos lugares de Terans e Alex Santana. O Athletico só teve dificuldades para controlar nos acréscimos, quando o Libertad partiu com tudo para o ataque e criou algumas dificuldades para o goleiro Bento.

Estatísticas

No total dos 90 minutos, o Athletico teve 56% de posse de bola, 11 finalizações (5 certas) e 80% de precisão nos passes. O Libertad somou 19 arremates (8 certos) e 76% de acerto nos passes. Os dados são do Sofascore.

Assista aos Gols

Inscrever-se
Notify of
guest

0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários

0
Comente o que achou da notícia!x