Escalação: Turra não caiu na pressão de torcida e imprensa para usar quarteto ofensivo

A derrota por 2 a 1 para o Atlético-MG, fora de casa, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro, trouxe insatisfação da torcida, de alguns atletas e da imprensa. Após a derrota, Turra pode trazer uma escalação mais ofensiva, com o quarteto Vitor Bueno, David Terans, Pablo e Vitor Roque. Entretanto não foi a pressão externa que gerou a mudança tática do treinador.

Segundo a jornalista Monique Vilela, a proposta do quarteto já vinha de muito antes. “Desde o último sábado a comissão técnica já tinha a ideia de usar essa equipe”, afirmou a setorista do Furacão.

Na coletiva, depois do duelo com o Atlético-MG, Turra já havia admitido que gostou da performance do quarteto em campo, elogiando que o Athletico teve uma melhora ofensiva.

É a segunda oportunidade que fazemos essas modificações, de colocar o Vitor Bueno e o Pablo no jogo. Eles melhoraram muito o nosso trabalho ofensivo e também estiveram bem sem a bola. É possível sim ter os quatro juntos, e é algo que pode ser pensado para as próximas partidas. Inclusive para a próxima.

afirmou Turra em coletiva.

Com a formação mais ofensiva da temporada, o Athletico visita o Libertad-PAR em Assunção e tenta manter liderança do grupo G da Copa Libertadores. O jogo terá início as 21h e você pode acompanhar os gols e melhores momentos em nosso canal no Telegram, clicando aqui.

Inscrever-se
Notify of
guest

0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários

0
Comente o que achou da notícia!x