Bombas e apagões: Jogo de Athletico e Botofogo é suspenso e adiado para às 15h de domingo

Engenhao Estadio Botafogo Foto Wagner Meier

O jogo entre Botafogo e Athletico-PR foi remarcado para este domingo após uma série de apagões nos refletores do Engenhão. A partida começou neste sábado e foi suspensa quando estava empatada por 1 a 1. O confronto será retomado às 15h (de Brasília), com portões fechados, a partir dos 6 minutos do segundo tempo.

A informação foi confirmada pelo diretor de competições da CBF, Julio Avellar, em entrevista ao SporTV. A decisão de não ter torcida é uma questão de segurança. Flamengo e Vasco jogam às 16h no Maracanã.

O jogo do Botafogo contra o Fortaleza, na próxima terça-feira (24), no Castelão, também será remarcado. O regulamento de competições da CBF impede que duas partidas sejam disputadas num intervalo inferior a 66h. Não há previsão de nova data.

Apagões em série paralisam o jogo

O Engenhão teve três apagões no primeiro tempo, e o jogo ficou interrompido por cerca de 22 minutos no total. Boa parte dos refletores e o telão do estádio desligaram.

O árbitro Matheus Delgado encerrou o primeiro tempo no escuro, durante a terceira interrupção, aos 67 minutos de jogo.

Depois de 25 minutos de intervalo, a luz caiu logo no começo do 2º tempo. O juiz mandou os jogadores de volta ao vestiário por 30 minutos, que foram prorrogados por mais trinta.

O VAR também não funcionou ao longo de boa parte do primeiro tempo, que terminou empatado em 1 a 1. Tiquinho Soares abriu o placar para o Botafogo, mas Pablo deixou tudo igual para o Furacão. Em ambos os lances, houve reclamação dos jogadores.

Confusão e desinformação

A noite de apagão no Engenhão ficou marcada por informações desencontradas. Na quarta queda de energia, no início do segundo tempo, o quarto árbitro da partida informou que o jogo ficaria 30 minutos paralisado e, em caso de nova queda, seria suspenso. Logo depois o delegado da partida, Marcelo Viana, informou que a espera teria dois períodos de 30 minutos e não apenas um.

Ao menos duas bombas estouraram dentro do estádio e a polícia entrou em confronto com alguns torcedores. A confusão foi logo controlada.

O sistema de som do estádio anunciou a suspensão do jogo antes da arbitragem. A essa altura, boa parte dos torcedores já havia deixado o estádio, as bandeirinhas já estavam sendo recolhidas e até a ambulância já deixava o gramado do Nilton Santos.

Cerca de cinco minutos depois do comunicado nos alto-falantes, o trio de arbitragem avisou os capitães que a partida estava suspensa.

Light diz que problema foi do Engenhão

Empresa de energia do Rio, a “Light” informou em comunicado que o problema na energia do Engenhão foi interno, “de responsabilidade do estádio”. Segundo a concessionária, uma equipe técnica esteve no Nilton Santos e constatou que o fornecimento elétrico está regular.

Botafogo se posiciona em comunicado

Na partida entre Botafogo e Athletico-PR, disputada neste sábado (21), houve uma instabilidade no sistema de energia, de causas e responsabilidades desconhecidas. É prematuro afirmar a origem do ocorrido, que ainda está sendo apurada.

Inscrever-se
Notify of
guest

0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários

0
Comente o que achou da notícia!x