Athletico comemora 22 anos do título do Campeonato Brasileiro; relembre fatos marcantes

23 de dezembro de 2001. Uma data marcada para sempre na história do Athletico. Há 22 anos, naquele dia, o Furacão foi campeão brasileiro da Série A, batendo o São Caetano por 1 a 0, no Anacleto Campanella. Alex Mineiro fez o gol do título.

Na época, o time ainda se chamava Atlético-PR. A mudança para Athletico, com a inclusão do “H”, ocorreu no fim de 2018.

Na primeira fase, o time atleticano fez 27 jogos, com 15 vitórias, seis empates e seis derrotas. Durante a fase inicial, contudo, a diretoria trocou o comando.

Mário Sérgio foi o treinador até a 10ª rodada e ficou marcado pela frase “Ou o Athletico acaba com a noite ou a noite acaba com o Athletico”, em alusão aos jogadores que saíam na noite curitibana.

Geninho, que havia conquistado o Módulo Amarelo (Série B) de 2000 com o Paraná, assumiu a equipe rubro-negra e terminou na segunda posição.

Vice-líder da primeira fase, o Furacão tinha no mata-mata a vantagem de atuar em jogo único, na Arena da Baixada. Assim, o clube paranaense eliminou o São Paulo, nas quartas de final, por 2 a 1, e o Fluminense, na semifinal, por 3 a 2.

Na final, o adversário foi o surpreendente São Caetano. O time paulista liderou o primeiro turno e depois eliminou o Bahia e o Atlético-MG para chegar à decisão.

Em um grande jogo, na Baixada, o Athletico virou o confronto e goleou o time do ABC paulista por 4 a 2, com hat-trick do atacante Alex Mineiro. Na volta, o centroavante fez de novo e garantiu a taça inédita ao Furacão.

Após o título brasileiro, o Furacão conquistou a Sul-Americana (2018 e 2021) e a Copa do Brasil (2019). O time foi vice do Brasileirão em 2004 e vice da Libertadores em 2005, além de dois vices da Copa do Brasil (2013 e 2021) e um vice da Libertadores, em 2022.

A Estrela Alex Mineiro

Oito gols em quatro jogos decisivos. Dois hat-tricks consecutivos. Não é exagero falar que Alex Mineiro foi o nome do Athletico na conquista do título do Campeonato Brasileiro em 2001.

Predestinado, viu sua estrela brilhar no mata-mata e foi peça fundamental na conquista da tão esperada estrela dourada. O camisa 9 marcou 17 gols na competição e foi o artilheiro do time no campeonato, ao lado do companheiro Kleber Pereira.

Campanha

O Athletico teve 19 vitórias, seis empates e apenas seis derrotas em 31 jogos, com 68 gols marcados e 45 sofridos. O aproveitamento geral foi de 67,74%.

Inscrever-se
Notify of
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários

0
Comente o que achou da notícia!x