Assista aos Gols: Athletico faz 6 a 0 no Londrina na estreia de Cuca e avança à semifinal do Paranaense

Athletico em vitória contra o Londrina por 6 a 0

O Athletico, que teve a invencibilidade de dois anos no Campeonato Paranaense quebrada domingo passado, quando perdeu para o Londrina por 1 a 0 no Estádio do Café, deu o troco na noite deste domingo, 10, goleando o mesmo Londrina por 6 a 0 e confirmou a vaga na semifinal. Ao Tubarão coube entender que o segundo jogo em um mata-mata não tem muito a ver com o primeiro; segundo, que o Athletico é outro jogando na Arena da Baixada empurrado por mais de 33 mil torcedores; e, terceiro: quem estava no banco era o Cuca e não o Osório. Os vídeos dos gols estão no fim da matéria.

Após ter perdido o primeiro jogo por 1×0, o Rubro-Negro dominou o jogo desde o início e atropelou o Tubarão. A partida marcou a estreia de Cuca no comando técnico atleticano. Erick (duas vezes), Christian, Mastriani, Canobbio e Pablo marcaram os gols do passeio do Athletico.

Agora, o Athletico aguarda o seu adversário na semifinal, que sai do confronto entre Azuriz x Operário, nesta segunda-feira, 11, às 20 horas, em Ponta Grossa. Na ida, os times empataram em 0x0, e uma nova igualdade leva a decisão para os pênaltis.

A Federação Paranaense de Futebol ainda confirmará as datas das semifinais. Líder da primeira fase, o Rubro-Negro decidirá a classificação dentro da Ligga Arena.

Vantagem durou só 20 minutos

A vantagem que o Londrina levou para a Ligga Arena por ter vencido o jogo da ida durou só alguns minutos após o início do jogo. Dominando o jogo desde o início, o Furacão pressionou e saiu na frente aos 20 minutos, com Erick, que deu um lindo toque de calcanhar após cobrança de escanteio.

O mesmo toque de Erick que mandou a bola para o fundo da rede, mandou também embora a vantagem que o Londrina teve até ali. A partir daí estava tudo igual, mas o ‘tudo igual’ durou pouco. Logo na sequência, mais um golaço: Christian recebeu de Mastriani, driblou o defensor e, de cobertura, tirou com muita categoria do goleiro Neneca: 2×0.

A partir do segundo gol, a vantagem passou para o Athletico, mas, ao invés de partir para cima, o Tubarão não esboçou reação e foi para o intervalo em apuros.

O Athlético de Cuca joga simples

Quem esteve na Ligga Arena ou acompanhou pela televisão pode testemunhar que o Athletico de Cuca é muito diferente do Athletico de Juan Carlos Osório, que perdeu o cargo após a derrota para o Londrina, na semana passada. Agora era possível ao espectador entender qual estava sendo o papel de cada jogador em campo, diferente de antes, quando nem os jogadores sabiam qual era seu papel.

Na volta para o segundo tempo, Athletico mostrou que não ia se acomodar com a vitória parcial. Com apenas 30 segundos da etapa final, Christian encontrou Mastriani na área, e o atacante cabeceou no canto, sem chances de defesa: 3×0.

E o Athletico acelerou ainda mais. Após erro de Darlan, Mastriani serviu Canobbio, que apenas completou para o gol: o quarto. Segundos depois, foi a vez de Canobbio ser o garçom. O uruguaio cruzou para Erick marcar o seu segundo e o quinto do Rubro-Negro: 5×0, um atropelo.

E não parou por aí. Neneca entregou de presente para Fernandinho, que deixou Pablo na cara do gol, e o atacante não perdoou: o sexto do Furacão. A partir daí, bastou ao Athletico administrar o tempo e comemorar a classificação e a sua melhor atuação da temporada.

Assista aos Gols

Inscrever-se
Notify of
guest

0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários

0
Comente o que achou da notícia!x