“Foi quebra de confiança”; CEO do Vasco demite Alexandre Mattos

Alexandre Mattos no Athletico Paranaense scaled 1

A passagem de Alexandre Mattos pelo Vasco durou pouco mais de três meses. Nesta quinta-feira, o diretor executivo de futebol foi demitido do clube após um desgaste com a comissão técnica de Ramón Diaz e, principalmente, por “quebra de confiança” com os responsáveis pela SAF do clube, a 777 Partners.

“Foi uma conjunção de fatores. Mas o principal que eu posso citar aqui foi a quebra de confiança, como aconteceu. Foi o que expliquei a ele hoje, vocês acompanharam o que aconteceu. A gente não vai citar mais detalhes em respeito aos nossos processos, nosso compliance, nosso jurídico. Tenho certeza que o Alexandre entendeu, conversamos ontem por telefone e hoje pessoalmente e o principal motivo foi a falta de confiança”, disse Lúcio Barbosa, CEO do clube.

Além de deixar vazar algumas contratações que tentou realizar e não foram aprovadas pela SAF, Alexandre Mattos também estava em rota de colisão com a comissão técnica por não conseguir acertar com os reforços pedidos por Ramón Diaz. Os gastos altos em poucos reforços também pesaram para a saída.

A queda na semifinal do Campeonato Carioca a as reclamações de falta de um elenco mais encorpado pesaram para a decisão dos dirigentes, que voltaram a prometer um time forte no decorrer da temporada. “É claro que a gente conversa com a comissão técnica sobre reforços. Agora estou mais próximo disso. Mas confiamos muito no nosso elenco”, frisou.

O dirigente aproveitou a coletiva para garantir que os investimentos não faltarão e foi firme ao dizer que o Vasco tem comando e planejamento. “No futebol não podemos prometer nada específico, mas podemos reafirmar aqui o nosso compromisso de investir. Estamos entre os cinco que mais investiram na janela e isso mostra o nosso apetite”, enfatizou. “Nossas tomadas de decisões já estão mais rápidas”, continuou, mandando uma mensagem dura a quem acha que tudo está errado no Vasco.

“Todos os diretores têm responsabilidades e precisam dar resultado. O principal é respeitar o Vasco. Temos planejamento e comando e isso mostra que temos autonomia. Ninguém pode se achar maior que o Vasco. Esse é o principal recado.”

Inscrever-se
Notify of
guest

0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários

0
Comente o que achou da notícia!x