Revolta Generalizada: CBF Sob Pressão após polêmicas em Athletico x Flamengo

Danroco em Athletico Paranaense e Flamengo pelo Campeonato Brasileiro 2024

O confronto entre Athletico-PR e Flamengo, repleto de polêmicas, deixou ambos os clubes insatisfeitos com a atuação do árbitro Anderson Daronco, cujas decisões controversas vêm causando discussões desde o ano passado.

O jogo seguiu de forma morna até os momentos finais, quando um pênalti foi marcado a favor do Athletico-PR após a bola tocar na mão do zagueiro David Luiz. O VAR interveio, confirmando a penalidade. Torcedores do Flamengo contestaram a decisão, argumentando que o defensor não estava com o braço aberto e o lance foi muito rápido.

Revolta e Desfecho Dramático

Nos últimos segundos da partida, o Flamengo empatou, no que seria praticamente o último lance do jogo. A equipe do Athletico-PR, liderada pelo técnico Cuca, manifestou intensa indignação, alegando que o jogo deveria ter terminado antes do escanteio que resultou no gol de empate.

Segundo a visão do Athletico-PR, os acréscimos já haviam se esgotado e o árbitro não deveria ter permitido a cobrança do escanteio. Em entrevista coletiva, o dirigente do clube paranaense, Mazzuco, criticou duramente a arbitragem e também a Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Deixe um comentário

Mazzuco questionou como um árbitro suspenso pela Conmebol por erros anteriores foi escalado para um jogo decisivo do Campeonato Brasileiro.

Ação do Athletico-PR

O Athletico-PR já protocolou um ofício à CBF, formalizando suas queixas sobre a atuação de Daronco e exigindo uma resposta da entidade.

Em resposta inicial, a CBF afirmou que o árbitro acertou nas decisões cruciais, tanto no pênalti marcado para o Athletico-PR quanto na permissão do escanteio que resultou no gol do Flamengo, justificando que tais ocorrências são comuns em jogos ao redor do mundo.

Inscrever-se
Notify of
guest

0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários