Dados mostram Fernandinho, do Athletico, como maior destaque ofensivo

Fernandinho no Athletico 1

Com 39 anos, o volante Fernandinho deve ter no Athletico a temporada com os melhores números ofensivos da carreira. Jogando como um meia em alguns momentos, o camisa 5 precisa de um gol para igualar a melhor marca, obtida na temporada 2008/2009.

Com 28 jogos até aqui, Fernandinho soma 13 participações – seis tentos marcados e sete assistências. Apenas no Shakhtar Donestk, da Ucrânia, o volante teve números tão bons.

Na temporada 08/09, a mais goleadora dele, Fernandinho marcou 12 gols e deu duas assistências. Ou seja, falta marcar um gol, ou dar uma assistência, para igualar o melhor desempenho ofensivo da carreira.

Neste ano, Fernandinho só fica atrás de Gonzalo Mastriani nas participações em gols. O atacante uruguaio marcou 13 vezes e deu quatro assistências.

Por outro lado, segundo os dados do SofaScoreo volante é o grande destaque da equipe no Brasileirão. Nas estatísticas, ele é o primeiro da equipe em participações em gols (5), assistências (3), em grandes chances criadas (3) e em passes decisivos (32). Fernandinho ainda lidera em passes certos no último terço do campo (189) e em faltas sofridas (18).

Deixe um comentário

“Ele se adapta”, diz técnico interino do Athletico

A última participação em gol de Fernandinho foi na assistência para Lucas Di Yorio, que marcou o gol da vitória sobre o Atlético-GO, fora de casa, no último fim de semana.

Preservado pela maratona de jogos, Fernandinho saiu do banco de reservas pela primeira vez neste ano. Mesmo estando em campo por 15 minutos, teve tempo para ser decisivo. Na posição de um camisa 10, ele percebeu a movimentação de Di Yorio e serviu de garçom para o argentino.

“Logicamente que a gente viu ele jogando mais de volante, por trás. Mas, por capacidade, inteligência e nível, ele sabe fazer a função. A intenção era essa. Ele se adapta ali e fez um lindo passe para o gol que nos trouxe os três pontos”, avaliou o técnico interino do Athletico, Juca Antonello.

“Só tem a crescer como 10”, diz analista de desempenho

image

Ícaro Caldas, analista de desempenho do Brasiliense e amigo pessoal de Fernandinho, fez a análise da performance para o jogador e alertou sobre a possibilidade de atuar mais no ataque.

“O Athletico perdia muitos gols das chances que ele criou com passes verticais. Aí eu brinquei: ‘se você fosse treinado por mim, você seria um 10 e não um 5’. Ele tem um bom chute de média e longa distância, consegue interpretar os espaços. Ele só tem a crescer jogando como um 10”, avalia.

O analista ainda lembrou que Fernandinho teve gols importantes ao atuar mais avançado, como na final Copa da Liga Inglesa, contra o Liverpool, na temporada 2015-2016. No lance, Fernandinho entra na área e bate firme.

“N época do City, ele fazia muitos gols de fora da área, chegando de frente e pisando na área. Ele surge como um 8, e não como um 5. É um meia de chegada na área”, conta.

Fernandinho é exaltado por Di Yorio

Quem pode se favorecer da nova posição de Fernandinho no Athletico são os atacantes. Após marcar no último jogo, o argentino Lucas Di Yorio fez questão de ressaltar a importância do companheiro.

“É um prazer jogar com ele, que tem uma história enorme no futebol. É um jogador que deixa as coisas mais fáceis não somente com a bola, mas sem ela, com a presença e falando. Temos que aproveitar ao máximo pela classe de jogador que é e pelo que contribui”, destacou.

A tendência é que Fernandinho esteja no time titular do Athletico que encara o Bahia. O jogo, válido pela 16ª rodada do Brasileirão, acontece nesta quarta-feira (9), às 19h, na Ligga Arena, em Curitiba.

Inscrever-se
Notify of
guest

0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários