Wesley Carvalho culpa cansaço do time como responsável pelo empate contra o Bahia

Faltando apenas quatro jogos para o final da temporada 2023, o Athletico agradece muito a existência da parada para a Data Fifa. Com 13 dias entre o empate deste domingo (12) com o Bahia em 1×1 e a próxima partida, no dia 25, contra o Vasco, na Ligga Arena, o objetivo rubro-negro é antes de tudo descansar. Os jogadores estão de folga até quinta-feira (16), e só então reiniciarão a preparação para as últimas rodadas do Campeonato Brasileiro. Para o técnico Wesley Carvalho, o desgaste está atingindo o Furacão em cheio.

Após o jogo contra o Bahia, o treinador do Athletico mais uma vez falou sobre o cansaço acumulado do elenco. “Estamos com um time bastante cansado“, resumiu, em entrevista coletiva, para depois ampliar a resposta, também citando aspectos táticos. “Aconteceram alguns desfalques, alguns jogadores suspensos e um pouco de (falta de) eficácia no terço final”, disse Wesley Carvalho. O “terço final” é a zona ofensiva, da intermediária até o gol. Nos últimos jogos, o Furacão teve muitas dificuldades para criar e finalizar.

O cansaço fez Wesley preservar Zapelli no primeiro tempo da partida com o Fortaleza e repetir a dose, desta vez com Vitor Bueno, contra o Bahia. “Tivemos jogadores que nas últimas 48 horas só descansaram, porque não tem como exigir mais deles, como o Fernandinho, o Thiago (Heleno) e o Vitor”, desabafou o técnico do Athletico. Entre a Data Fifa de outubro e esta parada, foram oito jogos em 26 dias, e o Furacão teve diversas baixas no período, como os lesionados Pablo, Kaique Rocha e Rômulo e as suspensões de Erick, Cacá, Esquivel e Thiago Heleno.

Athletico na Libertadores

Com 51 pontos e na sétima colocação no Campeonato Brasileiro, o Athletico tem que tirar seis pontos de diferença para Flamengo e Atlético-MG em 12 que irá disputar. Precisará, portanto, de uma campanha perfeita e de tropeços dos rivais – lembrando que o Flamengo tem um jogo a mais para realizar. O Furacão tem, pela ordem, Vasco (casa), Cruzeiro (fora), Santos (casa) e Cuiabá (fora) até o final do Brasileirão.

Mesmo com a situação mais difícil, o técnico Wesley Carvalho mantém o discurso de confiança. “Sabemos que estamos com um time bastante cansado. Não é tão fácil competir em alta performance, correndo muito e competindo muito, e ao mesmo tempo ter um desgaste mental. Mas não vamos desistir nunca. Vamos continuar. Temos quatro jogos. É o nosso perfil, o perfil do clube. Temos que continuar lutando”, finalizou o treinador do Athletico.

Inscrever-se
Notify of
guest

0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários

0
Comente o que achou da notícia!x