Contra o Operário, Athletico pode igualar marca de 42 anos atrás

Equipe do Athletico comemorando scaled

Já classificado para o mata-mata do Campeonato Paranaense, o Athletico vê no duelo com o Operário, que acontece nesta quinta-feira (15), às 19h, na Ligga Arena, a chance de colocar este grupo na história e repetir um feito de 42 anos atrás. Se não perder para o Fantasma, o Furacão irá igualar sua maior sequência invicta no Estadual.

No total, são 26 jogos sem perder. A última derrota foi no dia 23 de março de 2022, quando sofreu 2×1 para o Coritiba, em casa, pelo duelo de ida da semifinal. Desde então, não sabe o que é sair de campo pelo Paranaense sem ao menos um ponto. A sequência começou ainda naquela temporada, no empate em 1×1 com o Coxa, no Couto Pereira, pelo jogo de volta.

De lá pra cá, foram 21 vitórias e cinco empates. Resultados que levaram o Athletico a faturar o Paranaense de 2023 de forma invicta. No ano passado, foram 15 vitórias e apenas dois empates. Campanha que fez o Furacão igualar outras duas conquistas inéditas, em 1929 e em 1936.

Melhor sequência do Athletico aconteceu no começo da década de 1980

Até aqui, a melhor série invicta do Athletico ocorreu entre os anos de 1981 e 1982. No primeiro ano, em uma campanha irregular – sendo campeão do primeiro turno, mas apenas o nono no segundo -, o Furacão terminou na terceira colocação geral. Na segunda metade do campeonato, o time se despediu do Estadual com uma vitória por 1×0 sobre o Toledo. Ali começava a sequência que entrou para a história.

Em 1982, o Rubro-Negro foi o campeão, com uma campanha irretocável. No primeiro turno, cinco vitórias e seis empates na primeira fase. Na semifinal, um 2×0 em cima do Operário e depois, na decisão, um 4×0 diante do Grêmio Maringá. No segundo turno, foram seis vitórias e cinco empates na primeira etapa. Com um 4×0 sobre o Fantasma na semifinal e empate em 1×1 com o Colorado na decisão.

Somente no terceiro turno é que o Athletico foi conhecer sua primeira derrota naquele campeonato, ao sofrer 1×0 para o Paranavaí, no dia 15 de setembro. O Furacão ainda perderia mais uma vez, mas se classificou em primeiro para as semifinais do turno, derrotou o Londrina por 2×0 e na final goleou o Colorado por 4×1. No total, foram 39 jogos em 1982, com 22 vitórias, 15 empates e duas derrotas. Conquista que encerrou um jejum de 12 anos do clube sem título.

Aproveitamento atual é melhor

Mesmo que empate com o Operário, o atual Athletico igualaria a melhor sequência da história, mas ultrapassaria aquele Furacão em termos de aproveitamento. Entre 1981 e 1982, o Rubro-Negro conquistou, em 27 jogos, 15 vitórias e 12 empates, tendo somado 77,7% dos pontos disputados (naquela época vitória valia dois pontos – se converter para três pontos, o aproveitamento cai para 70,3%).

Já na campanha recente, de 2022 a 2024, são 21 vitórias e cinco empates, totalizando 87,1%. Se ganhar do Fantasma, esse número sobe para 87,6%. Em caso de empate, cai para 85,1%. De qualquer forma, desempenho acima de 42 anos atrás.

Inscrever-se
Notify of
guest

0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários

0
Comente o que achou da notícia!x