Jogadores estrangeiros dão dor de cabeça em Cuca na reta final do paranaense

Cuca em treinamento com o Athletico Paranaense

O Athletico ainda fará de dois a quatro jogos neste Campeonato Paranaense (as semifinais contra o Operário e uma eventual decisão) e estas partidas ainda vão gerar uma dor de cabeça para o técnico Cuca na escolha dos jogadores relacionados. Mais especificamente em relação aos estrangeiros.

O regulamento da competição permite que apenas cinco atletas não brasileiros possam ir para um jogo. Atualmente, o Furacão conta com nove gringos no grupo (Leo Godoy, Gamarra, Esquivel, Zapelli, Benítez, Canobbio, Cuello, Di Yorio e Mastriani). Número que até semana passada era de dez, mas Arriagada foi emprestado.

Com isso, nos próximos duelos quase metade deles vão ficar de fora. Recuperado de uma pubalgia, sofrida defendendo a Argentina no Pré-Olímpico, mas ainda não 100%, o lateral-esquerdo Esquivel está fora, pelo menos da ida contra o Fantasma, o que resolve uma situação.

Rodagem no Athletico de acordo com as funções

Na goleada por 6×0 sobre o Londrina, no último domingo (10), Cuca optou por deixar de fora o zagueiro Gamarra e os atacantes Romeo Benítez e Di Yorio. As escolhas foram feitas em cima das outras peças que ele teria à disposição para as posições.

“Ficaram fora porque só podem cinco estrangeiros. O Gamarra treinou a semana toda, mas recuperamos o Thiago (Heleno) e eu tendo o Pedro Henrique no banco não preciso de outro zagueiro no banco. Então preferi levar o Godoy para dar minutagem para ele, que vem treinando muito bem”, disse o treinador.

Na defesa, foram relacionados diante do Tubarão Kaique Rocha, Thiago Heleno e Pedro Henrique, enquanto para o ataque as escolhas foram Canobbio, Cuello, Julimar, Mastriani e Pablo.

Time todo à disposição

A partir de abril, o Athletico praticamente não terá mais limitações em relação ao seu elenco. A estreia na Copa Sul-Americana está prevista para ser entre os dias 2 e 4 de abril. No final de semana seguinte, no dia 7, acontece a última partida da final do Paranaense e na sequência, no dia 13 ou 14, o Furacão inicia o Brasileirão contra o Cuiabá. Por fim, em maio, vem a terceira fase da Copa do Brasil.

E nestas competições quase todos os estrangeiros poderão entrar em campo ao mesmo tempo, caso Cuca opte por esta situação. Na Sula não há limite para utilizar jogadores de outros países. Para o Brasileirão, o limite aumentou para nove, exatamente o número de gringos que o Furacão tem à disposição. Só a Copa do Brasil que ainda reservará dois cortes, uma vez que segue com apenas sete estrangeiros autorizados.

Os que ficaram de fora eu conversei com eles, expliquei que não tem o que fazer, exceto dar rodagem. Mas no Brasileiro e nas copas o limite é maior e vamos poder utilizá-los“, apontou Cuca, que para o duelo de ida contra o Fantasma, sábado (16), às 16h, no Germano Krüger, terá que deixar jogadores de fora.

Inscrever-se
Notify of
guest

0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários

0
Comente o que achou da notícia!x